Casa onda não há pão, todos brigam e ninguém tem razão.




A HISTÓRIA DO VIDRO








Início



A história do vidro remonta a alguns milênios com disputas entre quem seria o descobridor do vidro, como fenícios, persas, romanos, egípcios, bizantinos e chineses, mas segundo Plínio, o Velho, século 1 d.C., os fenícios seriam os primeiros a reproduzir, depois de longa observação o "fenômeno natural de aquecimento e fusão sílica pela ação de um raio, formando uma placa translúcida de vidro ou cristal". Porém, isso são vestígios arqueológicos, pois a presença de contas de vidro colorido, colares, brincos e frascos encontravam-se nas tumbas dos faraós, anterior aos encontrados com os fenícios. Mas tudo leva a crer que a descoberta do vidro está na região do Mediterrâneo. Os sírios inventaram a técnica do vidro soprado, levando a um melhor acabamento e beleza. Os romanos levam a glória por difundir a arte por toda a Europa Ocidental e Oriente Próximo, por meio de seu vasto império mercantilista. Devemos destacar que quanto mais complexa a produção de vidro, mais estava presente nas casas de patrícios e das igrejas, destinando-se os objetos de uso mais cotidiano e simplificado para a população. :

Vidro

Formula do Vidro.


Formula do Vidro

Ingredientes:
Areia
Óxido de sódio
Óxido de cálcio "CAL"
Modo de preparo:
Para cada 750 gramas de areia adicionar
150 gramas de óxido de sódio e 100 gramas
de óxido de cálcio misture tudo e leve ao
fogo até chegar a temperatura de 850 graus
centigrados.
Após o ponto de fusão:
Aguarde até o caldo formado ficar com a
consistência de "pegajoso e elástico"
Manejo:
Enfiar um tubo de ferro no caldo, formando
uma bola de sílica na sua ponta.
Soprar a outra extremidade até surgir uma
bola cheia de ar e dar a forma desejada a
bola de vidro com o auxílio de uma pinça
comprida.


PÓLVORA

Pólvora

Ingredientes:
Salitre
Enxofre
Pó de Carvão
Modo de Preparo:
Misture tudo
As quantidades de cada ingrediente são um SEGREDO!



Página Inicial
" Quem faz o homem feliz não é o dinheiro e sim a retidão da prudência."Filósofo: (Demócrito)