Verso A culpa é minha e a coloco em quem eu quiser
Volta ao Início

     O Touro

Enfurecido no cochê
Estava o touro
Ouvindo a turva gritando ochê

Sente um minusculo ser nas costas
Uma cinta lhe aperta fortemente a virilha
A cólera ruboriza as vistas
Abre-se a parelha

Vários pinotes dentro da arena
São coices e rodopios            "Refrão"
Levatando e agitando uma multidão serena

Antes do oitavo segundo
O touro executa um salto mais alto
E o cawboy é aremessado no asfalto
O touro dá um hurro profundo


Vários pinotes dentro da arena
São coices e rodopios            "Refrão"
Levantando e agitando uma multidão serena

O maior patrimônio de uma nação é o espírito de luta de seu povo e a maior ameaça para uma nação é a desagregação desse espírito. (George B. Courtelyou)